domingo, 14 de maio de 2017

Érica - Larissa Medeiros Barros Leal

Olá amores, tudo bem com vocês?
 
   Hoje trago mais uma resenha, de uma autora parceira aqui do Blog. Vamos falar sobre Érica, de Larissa Medeiros. Antes de começar quero avisar que você pode encontrar esse título na Novo Século, através do selo Talentos da literatura Nacional, e também a autora está no instagram com o nome de @livroerica.
 
  Confesso que eu demorei apenas quatro dias para lê esse livro, mas foi porque tive bastante trabalho da faculdade, se não teria o lida em apenas um dia. A narrativa é esplêndida! Fácil, curta e compreensível. Os capítulos são curtos o que te prende na leitura.
  No começo eu fiquei super perdida na história - literalmente sem a entender - , porém, a cada capítulo, o quebra-cabeça vai se encaixando e dando sentido ao enredo. Tive a impressão de está em uma novela, onde se conta várias histórias ao mesmo tempo de várias pessoas, e no final elas se encaixam.
  O único defeito - que na minha opinião não interferiu muito, porém me deixou mais confusa - foi a imensa quantidade de personagens, tanto que eu só saberia falar sobre dois, Derek e Érica.
  Falando em personagem, vamos ao que se trata esse livro - afinal vocês deves está curiosos. A história gira em torno de uma organização religiosa que queria propagar a fé judaica, porém, o poder e a ganância transformou essa ideia em uma loucura - tipo o ISIS, ou melhor falando Estado Islâmico. A ideia agora da ODTI é vingar todos os judeus daqueles que os oprimiram, ou seja, o mundo inteiro.
  Para desenvolver a história, a autora criou diversas histórias paralelas - como nas novelas - com vários personagens que não se conhecem, mas já estão envolvidos entre si com o denominador comum, a ODTI. São cenas de atentados, sequestrou e mortes, em vários locais do mundo. Onde Érica entra?
  Érica vivia em Fortaleza com os pais, dias após sua festa de quinze anos, seus pais são mortos por membros da ODTI - Ordem das Dozes Tribos de Israel -, e ela não quer deixar a morte de seus pais em vão. Foi  a partir daqui que ela conhece Derek e a Europol - uma agência secreta com espiões menores de idade, que eu queria que existisse a qual eu ia lá me candidatar, mesmo já tendo dezoito anos, pois eu sempre quis ser a Alex das Três Espiães Demais. As crianças de hoje não sabem o que era desenho de verdade - e se torna uma agente.
   O melhor da nossa heroína, foi a parte em que ela se torna cinco personagens diferente e você só descobre que era ela no final - agora pense, quando eu cheguei no final fiquei com uma cara de tacho, pois eu fui muito bem tapiada.
   Quero ressaltar que esse não é um livro religioso, embora fale da religião. O que mais me fez gostar dele é que podemos vê até onde o ser humano é capaz de ir por suas ganâncias e interesses. Érica, poderia ter se vingado apenas dos caras que mataram seus pais, mas ela foi mais longe, queria descobrir e destruir a ODTI que vinha matando, sequestrando e principalmente fazendo uma lavagem cerebral nas pessoas com  essa ideologia.
 
Eu não vou dá spoiler do final, terão que lê para descobrir - sou má, muito má. Mas reflitam sobre esse trecho do livro:
 
     " Ao salvar a Terra da Terceira Guerra Mundial, Érica ensinou ao mundo uma lição singular: numa guerra não existem vencedores. Todos perdem: vidas, sonhos e futuros. Por cada pessoa, soldado ou civil, que morre em uma guerra, a humanidade perde um pouco de sua essência, e os países, parte de seu maior patrimônio. Ela ensinou que o melhor caminho é a paz."
 
   Logo essa lição é esquecida, já se foi ensinado nos livros de história o que as guerras trouxeram: nada além de corpos mortos. Foi-se ensinado e sempre se esquecia de perdoar, de refletir, de pensar antes de agir, e o que fazemos? Continuamos a nos matar.
  Essa com certeza é a maior mensagem do livro, foi nas palavras de Érica que refleti muito. Espero que aconteça o mesmo com vocês, afinal lê é isso, é aprender com cada livro e colocar em prática o que se aprendeu.
 
Sei que essa foi uma resenha bem mais curta como de costume, mas é por que quero deixar em suspense o livro, leiam. Posso garantir que não vão se arrepender.
 
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário