quarta-feira, 26 de abril de 2017

Autora Brenda Bernsau

Olá amores, estou de volta!!!

   Hoje eu trouxe uma entrevista com uma autora especial. Eu já tinha um grande interesse no livro dela, e ele não me decepcionou!! Estou falando da autora Brenda Bernsau, do livro "Sophia, Alexia e o mundo além daqui.".
   Sem muita enrolação, vamos conhecer a autora!


1.      Como surgiu a vontade de escrever?
"Sempre quis contar histórias. Eu lia livros, assistia filmes, animes, enfim, queria fazer aquilo também: criar mundos, personagens, enredos. Quando uma ideia chega à sua cabeça já não tem muito que você possa fazer, precisa contá-la mais que tudo."

2.      Existe inspirações para escrever a história do seu livro?
"Sim, claro, acredito que nada vem do nada. Mas não se pode tratar a inspiração como alguma força mística que te faz de escolhido e te envolve enquanto sinos tocam... Inspiração nós procuramos e, com o tempo, aprendemos cada vez mais como fazer isso; tudo é uma fonte de inspiração em potencial, saber usá-la depende de nós."

 
3.      Os personagens são baseados em pessoas reais?
"Alguns sim, outros não. Mas é importante ressaltar isso, não se insere uma pessoa numa história e pronto! Por mais que a pessoa tenha inspirado uma personagem, a personagem é ela própria e mais ninguém. Acredito que nós temos tantas coisas, manias, trejeitos, comportamentos, opiniões, ideias a oferecer às personagens; não usar isso seria um imenso desperdício."

4.      O que costuma fazer como hobbies?
"Bem, ler, para mim, ainda é parte do trabalho. Então, eu diria que dançar, amo muito dançar!, cozinhar também, desenhar, ouvir música, tocar violão/guitarra, aprender coisas novas, enfim." 

5.      Quais são os seus autores favoritos?
"Gabo! Gabriel García Márquez, com certeza! Lewis Carroll também, e Oscar Wilde."

6.      Quais foram as suas influências no mundo literário?
"Bem, os meus autores favoritos naturalmente têm alguma culpa quanto à minha influência, rs. Mas Kafka é outro em que me baseei muito. Júlio Verne também, nem tanto pela escrita em si, mas pela forma que criava as aventuras.  "

7.      O que dizer a todos aqueles que têm o sonho ou pretendem ser um escritor?
"Bem, começo com o óbvio: leia muito, escreva o mesmo tanto. Se alguém sonha em ser escritor é porque de fato tem amor por contar histórias, por ser o narrador; afinal, as famílias raramente incentivam e o dinheiro menos ainda, então o que deve sobrar é mesmo o amor. E eu acredito que seja isso o mais importante para qualquer decisão que tomemos, então eu digo: amem e respeitem esse amor. Ser escritor exige disciplina, estudo, dedicação... Sair botando o que vem à sua cabeça no papel é um bom começo, mas não dá para ficar só nisso."

8.      Como você se vê?
"De muitas formas, com certeza. Acho que somos seres plurais, não gosto de tirar isso da gente, pelo contrário, dentro do possível eu gosto de trabalhar a pluralidade na minha escrita. Talvez precisasse de uma saga inteira para responder essa pergunta direito; e será assim para cada um."

9.      Como você vê sua obra?

"Eu acredito que, enquanto escritores, temos uma responsabilidade muito grande em produzir uma coisa que, além de bela, seja útil. No caso da minha obra, eu tento transmitir algo para o leitor que possa levar a uma reflexão. O livro não acaba na última página; se quem leu não vai perder um segundo para pensar sobre o que leu, é porque não leu nada de útil. Se eu puser uma ideia nova, se o meu leitor se inspirar, se ele se motivar, se ele parar e pensar sobre o que leu, bem, eu vou ter feito minha parte."

10.  Qual seu gênero favorito?

"Realismo fantástico. Mas amo a fantasia como um todo."

11.  Possui outras obras?

"Tenho um conto publicado na antologia Solarium da Multifoco, ele se chama “Enkidu 1C-8”, além de alguns poemas espalhados por outras antologias. Também tenho outro romance publicado, mas estou trabalhando na sua reescrita."

12.  Uma citação favorita?!

“Não sou da altura que me veem, mas sim da altura que os meus olhos podem ver”.

Bônus:
"Creio que a verdadeira beleza em alguém te admirar pelo seu trabalho esteja no fato de que o seu trabalho lhe trouxe algo de novo. Como escritora, sou muito grata por isso: obrigada! J "
 
 
 
    Diz ai se não é um amor essa autora? Eu super amei essa entrevista!
   Sabe eu tenho várias histórias na cabeça, porém eu tenho medo do que as pessoas vão falar ou achar. Mas vendo o que esses autores renomados falam me fazem ter esperança, agora só falta coragem em escrever!
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário