domingo, 14 de maio de 2017

Sophia, Alexia e o mundo além daqui - Brenda Bernsau

Como vai meus amores? Estão bem de saúde? Então, hoje eu trago mais uma resenha linda de livro de autor parceiro, ou melhor, autora parceira.
     Estou falando do livro da linda Brenda, Sophia, Alexia e o mundo além daqui. Gente, sério, esse livro além de lindo é muito mais muito fofo!!! Sabe quando você pega um bebê e fica babando por ele? Seria mais ou menos assim que eu fiquei com esse livro em mãos.
     Falando um pouquinho sobre a autora, Brenda Bernsau é carioquíssima, da capital do Rio de Janeiro. Começou a seus projetos muito nova, ao 14 anos de forma independente, tendo concluído seu primeiro romance intitulado "Alpha" aos 26 anos.
     O que dizer sobre esse livro? Eu diria que é uma mistura bem humorada de "Alice no pais das maravilhas" com os "Trapalhões". Porque eu digo isso? Simples os personagens são hilários e o enredo se assemelha com o de Alice.
     A história gira em torno de duas irmãs, Sophia e Alexia as quais foram criadas pela avó que veio a falecer. Elas eram muito apegadas a avó que as cuidou desde muito novas já que seus pais nunca tiram a oportunidade de conhecer. Antes da avó falecer, ela dá a Sophia uma caixinha de música "quebrada", porém, Sophia nunca desistiu de conseguir consertar a caixinha para ouvir a melodia, já Alexia não dava muita importância, mas conhecia seu valor sentimental. Elas moravam em uma cabana em uma espécie de floresta assombrada, lugar onde nenhum habitante as consideravam como crianças normais.
    Em um dia que estava bastante normal, uma senhora chamada Prisca aparece na cabana das meninas e diz ser a irmã da avó. Prisca oferece uma chave que se encaixaram perfeitamente na caixinha e deu vida com uma bela música, mas só tocou três notas e - senta que lá vem história. Começa um vendaval que faz tudo voar, principalmente a caixinha de música, e Prisca some em um piscar de olhos. Quando tudo se acalma e as meninas olham pela janela da Cabana - quase desabando em cima delas - percebem que tem algo errado! Um vulto - ou melhor um assombração - aparece nas janelas como se quisesse olhar o que tinha lá dentro, esse vulto é Jaci Jaterê, uma criatura bastante exótica cuja fala as meninas é de desafio para encontrar as frutas que estava com Prometeu. Existem dois caminhos para achar as frutas.
    Prometeu, na minha humilde opinião, é o personagem mais engraçado. Nas suas falas sempre complica tudo - e como eu tenho mania de fazer uma voz diferente para cada personagens, sempre me pego sorrindo com a voz dele. Elas estavam em um mundo totalmente diferente, e cada uma optou por escolher um caminho que acabaram se separando.
   Sophia cai na tentação de Prisca - a malvada na história - e acaba sendo amaldiçoada e Alexia - coitada, a mais espoleta das irmãs, a destemida totalmente o contrário de Sophia - acaba perdendo a memória. Agora além de tentarem voltar para casa, as meninas precisam se salvar e salvar o Mundo além daqui, já que este está em colapso e necessita de ajuda extrema. Elas contaram com a ajuda de bons amigos, de Prometeu  - o filosofo, e do legado deixado por sua avó.
   Ao longo da jornada conhecemos personagens de todas as formas e tamanhos como o senhor Um Tanto Quanto Peixe, que é uma mistura de homem e peixe; Por Pouco Macaco, Por Um Triz Macaca e assim vai. O melhor de tudo é que as personagens são inocentes, ou pelo menos a grande maioria e isso nos diverte ao lê. As meninas conheceram o bem e o mal, e assim tornaram-se fortes, e crescemos junto com elas, sentindo suas dores, seus medos e principalmente, sendo contagiados pela emoção vivida por cada uma.
    Os capítulos são curtos, mas o melhor é que são cheios de detalhes e aventuras. Os personagens são bem descritos pela autora, focando em deixa claro as intenções e a personalidade do personagem.
    Toda a narrativa tem suas singularidades, não vou dizer que é um livro fácil de se lê pois possui muitas frases filosóficas. Necessita uma certa cautela, já que se perde um detalhe faz toda diferença no final. A história é bastante detalhada, mostra cada detalhe das criaturas que iram ajudar as meninas voltarem pra casa e também mostra cada detalhe da floresta. A leitura é rápida e cheia de passagens engraçadas.
  






   
     


Um comentário:

  1. Obrigada pelo ótimo trabalho com a resenha :), fico feliz por cada uma das suas palavras, e por ter levado essas impressões a alguém. <3

    ResponderExcluir