sábado, 3 de junho de 2017

Autor Jairo Azevedo

Olá meus amores! Tudo bem com vocês?

Hoje eu trago mais uma entrevista quentinha com um autor parceiro aqui do Blog. Desta vez estou falando do Jairo Azevedo o qual escreveu "As crônicas do Planeta Alma." Vamos lá conhecer um pouquinho dele?


 
Jairo é natural de Campo Formoso na Bahia e desde criança era apaixonado pela leitura e escrita. Escreveu seu primeiro conto aos quatorze anos e desde então aprimorou sua escrita. Aos vinte e seis publicou o seu primeiro livro de fantasia. Atualmente o autor mora em São Paulo.

 
1. Como surgiu a vontade de escrever? 
 
"Desde criança minha mãe lia livros para eu dormir e eu ficava encantado com a possibilidade de alguém poder deixar uma história eternizada em um livro. Na infância e adolescência escrevia pequenos contos e depois passei a escrever histórias maiores."
 
2.  Existem inspirações para escrever a história do seu livro?
 
"Eu gosto muito de ler sobre mitologias e sempre quis criar uma para chamar de minha. Então resolvi escrever As Crônicas do Planeta Alma inspirado na complexa alma humana."

 
3. Os personagens são baseados em pessoas reais? 
 

"Meus personagens são baseados nos sentimentos. A princípio os chamaria apenas pela qualidade de cada um, como por exemplo, Princesa Esperança, mas achei melhor criar um nome para eles e deixar os sentimentos apenas como um título. Por exemplo: Princesa Asan, a esperançosa."

 
4. O que costuma fazer como hobbies? 
 

"Meus hobbies principais são: ler, escrever, ir ao cinema e assistir filmes e séries. Este último está tomando muito meu tempo e pretendo policiar mais ele. (risos)"

 
5. Quais são os seus autores favoritos?
 

"J. R. R. Tolkien e J. K. Rowling (como já mencionei acima), Machado de Assis, Dan Brown, José Saramago e Stephen King."

 
6. Quais foram as suas influências no mundo literário?

 
"Gosto de ler quase todos os gêneros, mas se tem um gênero que me prende e me faz esquecer tudo a minha volta é a fantasia. Destes, os meus dois favoritos são J. R. R. Tolkien e J. K. Rowling. Na infância meu primeiro livro “grande” que li foi O Hobbit. Ali descobri que a fantasia seria meu gênero favorito. O que se confirmou quando terminei de ler a trilogia de O Senhor dos Anéis. Sempre tive uma admiração por Tolkien, mas só quando li sua biografia intitulada J. R. R. TOLKIEN, O SENHOR DA FANTASIA de Michael White que pude ter certeza que Tolkien era especial para mim. Se Tolkien marcou minha infância, há uma autora que aprendi a venerar na minha adolescência. Ela é J. K. Rowling. Não tenho muito que detalhar sobre ela, simplesmente posso resumir em: ela é fantástica. Esses dois autores foram minha inspiração para escrever meu primeiro livro, de fantasia, claro."
 
7. O que dizer a todos aqueles que têm o sonho ou pretendem ser um escritor?
 
"Darei três dicas que levarei por toda a vida. A primeira de todas: leia muito, os mais variados gêneros. Ninguém se torna um profissional em uma área se antes não dedica o seu tempo estudando sobre. Fazendo isto, você terá dado o primeiro passo. A segunda dica: esteja preparado para ouvir “nãos”. No mundo literário você ouvirá muitos. Não importa se sua obra é boa ou não. Se até mesmo J. K. Rowling ouviu vários “nãos” no inicio de sua carreira saiba que com você não será diferente. A terceira: ame escrever. Faça por amor e não pensando no retorno financeiro. Acredite você terá menos frustrações pensando assim."

 
8. Como você se vê (pessoa)?
 

"Sou uma pessoa complexa que valoriza muito os amigos; sou muito exigente comigo mesmo e não tolero hipocrisia."
 
9. Como você vê sua obra?
 
"Sempre que escrevo quero transmitir uma mensagem ao leitor. Na minha obra procurei passar uma mensagem de esperança. Minha personagem principal, a princesa Asan, a esperançosa, é uma personagem forte. Ela surge no Planeta Alma e fica encantado com aquele lugar paradisíaco, cheio de flores e borboletas de fogo, animais mitológicos, castelos de ouro, de rubi e montanhas prateadas. Porém, quando ela descobre que há uma guerra iminente, a princípio se desespera, mas ela não se deixa abalar, busca por todos os meios uma solução para evitar o mal que está por vir. O mundo político atual está um caos. Assim como a princesa Asan, a esperançosa, devemos fazer a nossa parte. Devemos lutar pela paz e ter esperança em um futuro melhor."

 
10.  Qual o seu gênero favorito? 

 
"Fantasia, pois acredito que é sempre bom sair um pouco da realidade em que vivemos e fazer uma visita ao mundo fantástico."
 
11. Possui outras obras? 
 
"Atualmente estou participando de uma coletânea de terror junto com autores da minha editora (Selo Jovem) intitulada Não Apaguem as Luzes. Ela tem previsão de lançamento na Bienal do Rio 2017. Posso adiantar que meu livro As Crônicas do Planeta Alma é uma duologia e estou escrevendo o segundo livro, mas não posso revelar ainda o título (risos)."
 
12. Uma citação favorita?!
 
"“Se você pode sonhar, você pode fazer.” Walt Disney"
 
Espaço bônus: um recado para os fãs. 
 
"Muito além de ser lido, desejo transmitir uma mensagem para cada leitor: nunca percam a fé na humanidade e tenha sempre esperança que tudo pode mudar para melhor. Ah, e que a paixão pelos livros cresça cada dia na nossa alma!"
 
 
Então meus amores gostaram? Gostei bastante em poder conhecer melhor o autor de um dos livros que mais me encantou nesse ano. Obrigado ao autor por ter topado a oportunidade e principalmente por ter aceito a parceria.
 
Um grande abraço, até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário