Doulogia: Colheita de Rubis

Olá meus amores! 

Tudo bem?

Primeiro queria informar que as segundas, quartas e sextas teremos postagens novas aqui no blog. Hoje eu trago uma resenha de um dos livros que tenho de parceria com a editora BV Books, iremos conhecer o universo de  Colheita de Rubis da autora Tessa Afshar.



Entramos na Antiga Pérsia, nos tempos do profeta Neemias. Gosto dos livros da Tessa pois eles sempre relatam uma visão das histórias biblicas, além de nos fazer refletir, com uma linguagem leve, das suas lições de morais.

O livro se passa no fim do exilio do povo de Judá, no momento que os judeus estavam indo para a sua terra, porém alguns decidiram ficar na Pérsia, inclusive a familia da personagem principal.

Nossa heroína é Sara, uma judia que quando ainda era criança não pode conhecer a sua mãe, pois esta morreu e o seu pai ficou muito abalado ficando sem saber como cuidar de uma menina na época, o que para Sara parecia ser falta de amor. Ela para chamar a atenção do seu pai começa a lê e a escrever sozinha.

Mas não foi apenas a atenção do pai que conquistou mas também a de seu primo, Neemias. Este a levou para o Palácio onde ela começou a trabalhar como escriba da Rainha Damapsia, conquistando seu espaço em uma sociedade totalmente machista da época.
Porém não bastava lutar com a sociedade que a impunha que teria que ser abaixo a figuras dos homens, Sara também lutava contra seus próprios conflitos internos: conhecer a Deus e não ser próxima a Ele, além dos medos e inseguranças.



" Sara acreditava que a suas glórias eram a medida do seu valor,  e que Deus não a amava. Seu valor nunca seria correspondido por Deus já que seu passado lhe demonstrava isso. "

Mas não é apenas o conflito da mulher que Tessa gosta de explorar, ou mesmo mostrar a religiosidade. Ela gosta de uma boa história de amor, e não poderia faltar um mocinho não é?
Vindo direto da familia real Pérsia, precisamente um primo do Rei, de familia nobre, conhecemos Dário. Além de ele enfrentar os seus próprios problemas ele também se interessa com os problemas de Sara. 

Mas será que ela se permitiria amar?

O que Sara faria com um casamento arranjado com Dário? 

Isso vocês terão que descobrir.
Gente esse livro é lindo, aqui podemos aprender sobre a capacidade de superação do ser humano e o quanto Deus pode mudar os nossos planos, por que Ele nos ama. Os personagens secundários desta obra são uma graça, você rir com cada diálogo. 

A diagramação deste livro é excelente,  quem ja leu algo da Tessa Afshar sabe que ela é excelente em trabalhar com uma narrativa de qualidade e capítulos perfeitos: não são exaustivos.



Descobram o que porque de a história se chamar de a Colheita de rubis, e vamos agora entrar na continuação desta história. 

O livro a colheita de ouro é a continuação da história de Sarah e Dário. E ela retoma o ponto parado na "Colheita de rubis", e como sabemos Sarah não se casou com Dário por amor, digamos que foi exclusivamente arranjado. Porém aqui percebemos que além de ter casado com Dário, casou-se com a aristocracia Persa.



Porém, podemos perceber que o enfoque é mais em Dário e em todos os seus problemas internos. Além, é claro, de nos mostrar o quanto era complicada a vida de um nobre da época.

Temos também a revelação da origem de Dário, com a convivência dele com o lado judeu já que sua mãe era judia e a realidade de luxo e depravação do lado persa.

Assim, Dário também, ao se casar com Sarah, conhece as histórias do Deus de Israel mais a fundo pois seu lado persa da origem sempre esteve fulminantemente enraizado na sua criação. Seu pai era um alto aristocrata.

Sua natureza é conhecida por Sarah a qual se envolve cada vez mais, deixando que o amor falasse mais alto.

Confesso que nós também nos envolvemos com as lutas travadas pelos personagens. Porém, Sarah agora tem tudo, mas acredita que segurar o amor do seu marido não é algo possível.



Esse romance transformador, tem como plano de fundos a reconstrução dos muros de Israel, o que foi deixado um pouco de lado no primeiro livro.

Além disso, temos a ideia da importância da proteção espiritual e física de Deus, pois incansavelmente, Sarah orou para que Dário fosse protegido por Deus nos campos de batalhas.

Com isso tiramos a lição da fé em Deus, do agir Dele na vida de quem não se opõe a está na obra Dele e os adorar com todo o coração. É uma história linda, encantadora e com muita aprendizagem para quem lê.

É um livro repleto de ação, romance, cenas engraçadas e tudo isso sempre revelando o quanto Deus age em nossas vidas. 

A editora BV Books é especialista em livros históricos biblicos, e se você se interessou pelo livro, você pode entrar em contato com a editora. Na aba "editoras parceiras" vocês encontram um link direto para o site da editora.

Bom meus amores eu espero de coração que vocês tenham gostado desta resenha.

Até a próxima!

Comentários

  1. Wow *u* Nunca li nada com esse tema, e olha que sou apaixonada pela questão histórica da Antiga Pérsia 😱 Já quero!!! ❤

    Beijooos, Vivi @anatomia.de.um.coracao

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Nunca tinha ouvido falar, mais parece ser uma bela historia depois que li a sua resenha, Ótimo!
    https://cinthiailustra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Carverna Cristalina - O Desafio do Labirinto, vol. II

Arco-iris de nove cores

Os melhores do ano!