domingo, 8 de abril de 2018

O beijo da morte: sob a luz das galáxias

Olá meus amores, como vocês estão?

A resenha de hoje é sobre o livro "O beijo da morte", da autora Judie Castilho. A Judie já é uma parceira daqui do blog de muito tempo, porém somente agora tenho a honra de receber e compartilhar com vocês!

Adianto que as redes sociais da Judie se encontra na aba autores parceiros do blog, e o livro faz parte de uma saga. Este livro é o primeiro da saga e foi lançado pela editora Chiado.


O livro é de ficção científica, porém tem enfoque em romance intergaláctico, relações de amizade, de família, guerra entre povos e planetas entre outros que eu não vou dizer - sou mal. Repleta de aventuras e guerras vemos a ameaça velada de um povo inimigo que quer acabar com união universal, desestabilizando a paz entre os planetas.


É dentro deste cenário que aparece os personagens, e também posso dizer que com maestria autora soube trazer todas as evoluções e sentimentos dos personagens a cada capítulo. Mostrou o quanto as relações abordados do livro podem ter consequências boas e consequências ruins, e ainda falou um pouquinho sobre as consequências de amores possíveis e amores impossíveis. Algo que para mim foi bem chamativo a atenção,  pois outros títulos que tentaram abortar é esse "amor impossível" não conseguiu  tocar em aspectos que Judie conseguiu tocar.

Sem citar nome dos personagens porque eu acredito que essa seja outro trunfo da autora eu atendo um pouco para forma de detalhamento que autora trouxe para o livro, é algo sensacional! Quando você ingressa no ambiente da União Universal Você conhece diversos povos de diversas culturas diversas formas de convivência entre planetas e povos distintos.


E claro o final eu não posso contar para vocês, mas quando vocês começarem a ler esse livro irão se deparar com uma tela de cinema passando a cada capítulo, cada folha e cada linha dessa obra de arte.

Agora falando um pouquinho sobre as características físicas desse livro ele é dividido em ele é um livro que eu considero grande, embora as letras e capítulos sejam de tamanhos médios. Ele é dividido em 22 capítulos com um total de 463 páginas.



A linguagem de fácil compreensão e bem realística, trazendo até algumas gírias em algumas formas rude de se falar, o enredo é hierárquico e a trama é bem desenvolvida, envolvendo todos os personagens e não deixando nenhuma "ponta de história" no ar todas as histórias são solucionadas.



 A diagramação é  excelente, a Chiado  sempre teve como característica própria a capa ser revestida por uma fina camada plástica que dá uma espessura bem gostosa para o livro, e dentro deste livro da Judie a gente tem como folha de capa o rosto da mulher que no caso, é uma das principais personagens de olhos azuis,  bem marcantes sendo envolvida por outro rapaz; essa imagem é refletida dentro do livro e no começo das páginas de início de capítulo tem uma diagramação bem fofinha, além das divisões dos capítulos.


Então meus amores esta foi a  resenha de hoje, espero que vocês tenham gostado.  Gostei muito de conhecer o livro da Judie, agora em uma forma física! O livro está muito bonito, a capa é bem chamativa com roxo e lilás algo que é bem gostoso de se ver.

Obrigada Judie Castilho pela confiança e oportunidade de estar divulgando seu trabalho, vocês sabem o quanto sou extremamente a favor de autores nacionais, cada vez mais gosto da literatura nacional e vejo que a nossa literatura tem futuro com muitos autores de talento e a Judie é um deles, muito obrigado.

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário