A Caverna Cristalina: Capturados no tempo

Olá meus amores, tudo bem?

Hoje nós iremos terminar nossa aventura literária sobre o mundo da trilogia A Caverna Cristalina. Desta vez, entraremos no livro Capturados no tempo, da autora Christiane de Murville, livro publicado pela editora Chiado que vocês podem adquirir clicando aqui ou com a autora, seus links de acesso estão na aba autores parceiros.


Bom, antes de entrarmos na estória propriamente dita, iremos conhecer melhor as características físicas do livro. É um livro grande, ao meu ver, possui 486 páginas distribuídas entre 73 capítulos que variam entre médios e curtos. A diagramação é linda com vários detalhes no escopo do livro, inclusive com alguns desenhos que nos fazem confirmar se o que nossa imaginação cria é correto. O enredo e a linguagem são bons, sendo em exclusivo a linguagem é de fácil compreensão.


O terceiro livro começa já mostrando a preocupação de Samuel e os outros com mais um retorno à Caverna Cristalina. As coisas no planeta não estão boas. A temperatura está cada vez mais alto, há muito acumulo de lixo e a falta de água provoca uma migração humana pela busca da sobrevivência. Serviços como energia e internet não funcionam direito. 

Na cidade de São Paulo as coisas vão de mal a pior, já que a violência aumentou em números consideráveis e a luta pela sobrevivência incluía matar uns aos outros sem pensar duas vezes. o grupo de pesquisadores estavam reunindo o que era necessário para eu pudessem chegar ao destino em segurança.



O grupo estava decidido a tentar descobrir novas possiblidades para uma vida futura. Queriam encontrar uma possível solução para a crise que vivenciavam.


Mas o desaparecimento da bússola, presente do pajé Acauã, que era usada como instrumento de guia através das viagens interrompia esses objetivos. Precisavam localizá-la!

O pessoal se via agora envolvido em outra situação. Anteriormente, eles se dirigiam ao passado ou ao futuro. Agora as coisas acontecem em múltiplas realidades. As situações se sucedem ao mesmo tempo e no mesmo local. As linhas do tempo são diversas e ao mesmo tempo paralelas.

“Na verdade não havia tal sensação de passado ou de futuro, e essas realidades holográficas aconteciam ao mesmo tempo”. (pág. 358).

E a continuação? Isso vocês terão que descobrir lendo essa belíssima trilogia! Agradeço de coração a autora que me confiou suas obras e agradeço a você que leu até aqui.

Até a próxima!



Comentários

  1. Olá, Amanda, gratidão pela sua leitura da trilogia "A Caverna Cristalina" e resenha dos meus livros. Que bom que gostou da aventura na Chapada Diamantina. E até hoje acontecem fenômenos diferentes e misteriosos nas proximidades de Igatu, com luzes aparecendo na chapada em dia de lua nova! Além do mais, o cenário ali é mesmo maravilhoso. Um beijo grande e ótimas leituras!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Carverna Cristalina - O Desafio do Labirinto, vol. II

Autora Talita Salvador

Apenas me ame - Rock e perfume: o som do amor