Alys - Elemento Ômega

Olá meus amores, tudo bem com vocês? 

Nossa resenha de hoje é uma continuação da história de Alys, mas desta vez vamos conhecer o livro dois, O Elemento Ômega. Livro de autoria da escritora nacional Priscila Gonçalves, publicado pela Editora Pendragon, vocês podem o adquirir assim como os outros livros no catalogo da editora ou clicando aqui para ser redirecionado para uma das redes sociais da autora. 


Como de costume aqui do Blog, vamos falar um pouquinho das características físicas deste livros. Bom, podemos dizer que é um livro pequeno, contém 217 páginas muito bem distribuídas entre 32 capítulos e dois epílogos. Possui uma diagramação lindíssima entre os capítulos, rodapés e capa. Além disso, a fonte é sofisticada e o espaçamento entre as linhas é bem agradável. Narrativa boa e tem uma leitura rápida pois a linguagem é de fácil compreensão. 



Agora, adentrando a história propriamente dita, iremos reencontrar com Alys nossa protagonista. Para você que não lembra da Alys, ela é uma protagonista mulher que possui uma grande ligação - podemos dizer poderes, já que ela é uma espécie de escolhida, com direito a asas, cabelos brancos e olhos de cor diferenciada dos demais- com os metais, estes por sua vez mudaram o que conhecemos de cotidiano, transformando toda a sociedade. Para relembrar de toda a história, acessa a aba de resenhas e confere a resenha completa do livro um lá. 


Nosso primeiro contato no livro dois, já de cara,  é com a reunião do conselho, evento após a primeira lua. Uma grande agitação sobre as transformações do mundo e os metais faz com que este conselho esteja totalmente dividido entre revelar as forças que os metais possuem. Mas no meio da reunião surge um ataque nada esperado dos Zmora, que estão a procura de almas. O líder dos Zmora entra em luta com Alys mas no meio da confusão algo acontece e eles conseguem escapar, deixando todos os demais presentes na sede do conselho sem entender o que aconteceu e como os terríveis Zmoras conseguiram chegar ali.  

Como se não bastasse ser a heroína, os vários conflitos, a segunda lua e o peso que carrega nas costa com os seus poderes, nossa protagonista tem que enfrentar, ainda, seus próprios conflitos com seu aprendizado sobre a linhagem Draconiana e seu guardião que não demonstra nenhuma evolução. Enquanto tudo isso acontece a humanidade está caminhando para a segunda lua e a decisão final. Acompanhamos a cada página como Alys enfrentará a jornada até o evento da segunda lua. 

No primeiro livro, eu elogiei muito a Alys por causa de sua força, aprendendo a cada dia sobre seus poderes, sem a necessidade de um guardião. Aprendi com esse segundo livro que sozinho você não pode ir muito longe, chegará momentos, como aconteceu com Alys, que você precisará de uma ajuda e de ombros amigos.  Alys sente em seus ombros o peso de lutar por tudo e por todos para deter seu inimigo Helix. 

Somos mergulhados de cabeça na história com a escrita da autora, sempre ria em detalhes se mostra uma excelente e criativa na hora de desenvolver a continuação. Se você é fã de uma boa aventura essa trilogia é uma excelente pedida, super recomendo!

Bom meus amores, eu espero de coração que vocês tenham gostado deste post. Agradeço a Priscila pela oportunidade e confiança em nossa parceria! Sempre digo que nossos autores nacionais são super talentosos e a Priscila é um exemplo disso. Um super beijão em vocês e até a próxima. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Autor Rafael Dias

Autor Henrique Rossi

Autor Rafael Silva