Terra Molhada

Olá meus amores, tudo bem com vocês?

Nossa resenha de hoje é sobre o livro "terra molhada", da autora nacional Flávia Pimenta. Esse livro foi lançado de forma independente, então quero adiantar que se você quiser adquirir esse livro terá que entrar em contato com a autora através de suas redes sociais, para isso basta clicar aqui e você será redirecionado para uma das redes sociais dela. Além disso, os links de acesso da autora se encontram no mural de autores parceiros aqui do blog, no menu principal. 


Mas como de costume aqui das nossas resenhas, vamos falar sobre as características físicas desse livro. É um livro médio, possui um total de 136 páginas distribuídas em diversos textos, sem uma catalogação fixa como um sumário. Não possui diagramação, a fonte é simples e a capa nos revela uma pessoa com pés descalços no chão molhada, fazendo jus ao título. 


Adentrando no universo deste livro, vamos nos deparar com livro que trata sobre muitos assuntos que estão rodeando muitas famílias. Conheceremos como personagem principal Ana Luz, uma jovem que é criada apenas pela mãe e vive uma vida cercada de violência doméstica e alguns traumas, todos oriundos da convivência abusiva com a mãe. Os traços desenvolvidos pela autora, nos mostram o quanto é complicado viver em um lugar onde a violência impera, seja ela física quanto psicológica. Mas, ainda bem que nem tudo no livro é tristeza, nossa heroína possui uma luz na vida e essa luz é seu melhor amigo. 

No decorrer das páginas, vamos acompanhando como é o clico vicioso da violência, pois nas falas de Ana Luz é possível detectar a falta que o amor faz na vida, seja pelo abandono paterno, a sobrecarga que a mãe tem ao ter que cuidar de tudo e por não ter estrutura acaba descontando seus problemas na filha, que nada tem culpa de tudo isso. Além disso, o desenvolvimento da história nos mostra como a vitima muitas vezes se comporta, se culpa; mas nossa heroína sempre pensou que o culpado é o agressor e que ela não deveria continuar vivendo assim. 

É exatamente a partir dai que nossa heroína começa a perceber que o lar é onde nos sentimos bem, e mesmo vivendo muitas reviravoltas, seja no amor a sua mãe ou na descoberta do amor que sente pelo seu melhor amigo, ela evolui e os cárceres que a mantinha presa a história pré-definida foram rompidos. Com essa evolução, podemos compreender a maior lição de moral que a autora pode nos passar, esse livro é uma verdadeira mensagem de superação em meio ao caos, pois conseguimos entender na trajetória de Ana Luz que a esperança de dias melhores podem existir. 

Bom meus amores, eu espero de coração que vocês tenham gostado dessa resenha. Quero aproveitar o espeço e agradecer a autora pela oportunidade de conhecer essa obra tão marcante e tão incrível. Não deixem de conhecer essa história e de me falar o que vocês mais gostaram na obra! Acompanhem nossas redes sociais e vejam as novidades da autora. Um super beijo, se cuidem e até a próxima!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Autor Henrique Rossi

Autor Rafael Silva